« Voltar

Exageros do Carnaval: saiba como a queda de imunidade afeta sua saúde

  • Dia 13 de Março de 2018
Cuidados como hidratação e noites de sono restaurador, durante e depois do período de folia, ajudam a evitar doenças comuns após atividades intensas do Carnaval

É comum esquecer da dieta, exagerar na bebida alcoólica, se expor ao sol em excesso e dormir pouco por vários dias durante o Carnaval. Essa maratona de atividades intensas, pode afetar o sistema imunológico, a proteção natural do corpo contra agentes infecciosos ou outros corpos estranhos que causam infecções ou doenças. Por isso, é ainda mais importante retomar à rotina com saúde depois do período prolongado de festas.

De acordo com o médico Jaime Antônio Siqueira, otorrinolaringologista da clínica CEOL Otorrino, o corpo precisa passar por um período de readaptação que exige cuidados para evitar desgastes na saúde: “Quando o nosso sistema imunológico está comprometido ou está ocupado combatendo uma doença, ele se torna muito mais vulnerável a outras infecções. Então, se a sua saúde foi afetada durante as festas, sua prioridade deve ser reforçar a sua imunidade”.

Durante a folia, o corpo sofre com mudanças na rotina e fica exposto a fatores naturais, como alterações de temperatura. “É comum as pessoas exagerarem no consumo de bebida alcoólica, uso de cigarro e longos períodos sem dormir. Tudo isso afeta a saúde, principalmente porque o seu sistema imunológico se refaz e se fortifica durante o sono, alerta o médico.

Os ambientes lotados de foliões também levam ao aumento dos riscos. “Multidões em ambientes fechados ou com pouca circulação de ar são ideais para disseminação de doenças. É comum as pessoas voltarem com gripe, resfriado e otite (infecção no ouvido), como resultado de todos esses fatores, por exemplo”, reforça Jaime.

Garganta exposta

A garganta, uma das áreas de especialidade da otorrinolaringologia, costuma ser a parte do corpo mais afetada depois do Carnaval. “Quando o paciente tem uma queda de imunidade a garganta é uma das partes do corpo que fica mais exposta, por ser uma das áreas mais frágeis do corpo”, explica o médico.

Para as pessoas que voltam com dor de garganta, o médico indica principalmente a hidratação e uma visita ao médico. “A dor de garganta é um sintoma de diferentes doenças, por isso, para tratar a raiz do problema, é preciso identificar a real causa. O indicado é que a pessoa procure um médico para que ele realize o diagnóstico de virose ou bactéria, para acompanhar o quadro e receitar o tratamento adequado”, indica.

Para fortalecer a imunidade durante e depois do Carnaval, o especialista recomenda muito descanso, hidratação e alimentação correta. “É preciso evitar exageros e não abrir mão de um sono de qualidade, com duração entre sete a nove horas por noite. Além disso, buscar o equilíbrio na alimentação, praticar exercícios físicos regularmente e se hidratar com frequência”, indica.